}
Discoball Whisky Cocktail
LEITURA LONGA

A HISTÓRIA
DO DRINK

15.11.2023
Discoball Whisky Cocktail

DA ERA DOURADA À ERA DA PROIBIÇÃO

CONHEÇA A HISTÓRIA DO DRINK

Quem não ama um drink bem-feito? Todo anfitrião de uma festa incrível deve conhecer algumas receitas de drinks de nível superior para encantar seus convidados e você provavelmente já tem a maioria dos ingredientes na cozinha. Mas a introdução real dos drinks remonta o século 19 quando o álcool era visto mais como um medicamento do que como algo que se toma por prazer. Pegue sua bebida favorita e relaxe para conhecer a história do drink.

 

Começando pela origem…

Ao longo dos séculos, os bares e os pubs tiveram várias formas. Mas foi no século 18 que incontáveis tabernas e estalagens abriram por todo lugar à medida que as pessoas buscavam um lugar para relaxar e aproveitar uma bebida. De acordo com um antigo anúncio para White Mountain Bitters, da Dr Copp, nessa época, os médicos prescreviam destilados com infusão de extratos vegetais para tudo, de indigestão à icterícia. Mas, na Grã-Bretanha, o bitter geralmente era adicionado a uma bebida chamada Canary Wine, que se tornou imensamente popular na América no início do século 19.

Isso levou ao histórico dia em 1806, quando um barman de Nova York criou uma bebida feita de um destilado, açúcar, água e bitter para o editor de um jornal local, que o elogiou como um “destilado estimulante” em sua coluna. Isso ficou conhecido como a primeira menção a um drink em um impresso, dando início ao incrível mundo da mixologia que temos hoje.

A Era Dourada

Esses drinks iniciais são exemplos incríveis de inspiração e experimentação. Os barmans de Nova York experimentaram todos os tipos de ideias mirabolantes para fazerem criações empolgantes que o público adorava. Isso deu origem ao primeiro livro sobre o processo do drink, escrito por Jerry “o Professor” Thomas, em 1862, chamado de The Bartender’s Guide (O Guia do Barman), em que ele compartilhava os segredos para a criação do Old Fashioned e de outros clássicos.

Nessa época, as bebidas eram classificadas como ponches e slings. Inspirados pelas poncheiras britânicas, barmans nos EUA aproveitaram a ideia e as condensaram em um único copo. Hoje, consideraríamos esses como drinks “longos”, em que um ou dois shots de destilado são misturados com suco e outras bebidas.

O capítulo seguinte na história é um pelo qual o mundo será eternamente grato: o gelo se tornou mais acessível. Sejamos honestos, ninguém gosta de uma bebida morna. Graças às cargas de gelo organizadas pelo “Rei do gelo” Frederic Tudor, de Boston, os drinks frios e refrescantes se tornaram amplamente disponíveis em todo o século 19. Alguns drinks criados durante essa Era Dourada são famosos até hoje, como o Rob Roy, a versão de whisky escocês do clássico Manhattan; o Morning Glory Fizz, que inclui clara de ovo e um pouco de absinto e foi originalmente criado para “reiniciar o cérebro” após uma noitada; e o clássico Mamie Taylor, um toque de acidez do gengibre no Whisky Highball.

Drinks durante a
Era da Proibição

Mas então, veio a Proibição na América, na década de 1920, banindo o álcool por 13 anos. Isso significava que os amantes de drinks não poderiam sair em busca de um highball após o trabalho. Em vez disso, eles precisavam caçar uma caverna para beber. Esses bares clandestinos ficaram conhecidos como speakeasy. Mas, como as bebidas vendidas nesses lugares não eram feitas por uma destilaria profissional, elas eram muito mais fortes e difíceis de beber. A proibição significou uma mudança para esconder o gosto do álcool, diferentemente do objetivo anterior que era aprimorar o seu sabor.

whisky prohibition era

Isso levou a uma nova onda de drinks repletos de sabores fortes que mascaravam a baixa qualidade dos destilados e clássicos “longos”, como Highballs, se tornaram amplamente populares. O gim se espalhou mais, pois era mais fácil de fazer em casa do que o whisky. Drinks clássicos com base em whisky como o Old Fashioned e o Sazerac continuaram populares durante esses anos. A reputação do bourbon acabou caindo, por ser diluído em água, e o prestígio do autêntico whisky escocês decolou.

Um ícone de estilo

Após 13 longos e secos anos, a Proibição foi finalmente abolida. O interesse público em drinks disparou graças a escritores lendários como Ernest Hemmingway, que muitas vezes escrevia sobre seu amor pelo whisky e água com gás, além do Daiquiri e Negroni. Nos anos 60 e 70, a tendência atingiu um novo patamar. Quando um martini “agitado, não mexido” é a frase mais dita da série de filmes possivelmente mais famosa no mundo (James Bond, obviamente), você percebe que os drinks são um fenômeno cultural.

Em toda a história dos drinks, a importância de um bom whisky escocês sempre foi celebrada. Por quase dois séculos, um whisky de qualidade tem sido a peça central dos melhores drinks. Combinando perfeitamente com incontáveis ingredientes, ele adiciona um nível extra de profundidade para criar um perfil de sabor excepcional.

Agora, vamos responder algumas das maiores perguntas sobre whisky…

Quem inventou o drink?

Esse é um tópico que vem sendo debatido há décadas, com as evidências apontando para todos os lados, de Londres ao México. No entanto, muitas pessoas acreditam que essa glória pertence a Jerry Thomas, um barman de Nova York apelidado de “O Professor” devido ao seu profundo conhecimento na mistura de bebidas. Seu livro de 1862, “The Bartender’s Guide”, deu início à popularidade mundial do preparo de drinks.

Qual foi o primeiro drink?

Os relatos variam, mas, a maioria dos especialistas, concorda que o primeiro drink foi o Sazerac, uma mistura de whisky, absinto, bitter e açúcar. Criado em Nova Orleans, em meados do século 19, esse foi um dos primeiros drinks reconhecidos pelo seu nome e permanece um favorito até os dias de hoje.

Quais são os diferentes sabores de drinks?

Suas papilas gustativas podem identificar quatro sabores básicos: doce, amargo, ácido e salgado. Você encontrará cada um desses sabores em todas as milhares de receitas de drinks existentes, embora o salgado seja o menos comum. O segredo para preparar um ótimo drink é o equilíbrio e garantir que nenhum sabor se sobreponha ao restante. Vejamos, por exemplo, o clássico Whisky Sour. A proporção de sabores doce, ácido e amargo funciona perfeitamente para criar algo inesquecível e atemporal.

O que vem a seguir?

A boa notícia é que, agora, você tem 200 anos de receitas e de evolução dos drinks para experimentar! Volte para os dias de glória da Era Dourada e mantenha as receitas simples, mas elegantes. Ou volte um século e experimente alguns drinks de whisky icônicos da Era da Proibição. Criatividade a todo vapor? Entre de cabeça com os xaropes caseiros, novas combinações de sabores ou decorações impactantes para impressionar seus convidados. Nossas receitas agradam desde completos iniciantes aos mestres do drink mais experientes.

Interessado em explorar mais receitas de drinks deliciosas? Hora de conferir nossos Drinks Chivas!